Assine Nova Escola
Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

Como interpretar os resultados da Prova Brasil

Uma das maiores dúvidas dos professores é entender o que são os níveis de competências divulgados como notas dos alunos na prova e qual seria o mínimo que as crianças precisam saber.

Os resultados da Prova Brasil são organizados em uma escala de oito níveis para atender a finalidade da avaliação - esclarecer a escola a respeito da proficiência em leitura de seus alunos e orientar a ação docente para que o conhecimento deles possa ser ampliado e aprofundado. Um nível é uma classificação utilizada para caracterizar as habilidades comuns a grupo de alunos que realizaram a avaliação, que permite a identificação de uma determinada competência comum a esse grupo. Esses níveis não são definidos antes de realizada a prova, procurando "encaixar" os resultados dentro dessa escala. Ao contrário, os resultados é que orientam a definição dos níveis. Os alunos são agrupados por competência constituída, por conhecimentos já adquiridos e capazes de serem mobilizados.

"É claro que nós deveríamos desejar que todas as crianças estivessem no nível máximo de habilidades, mas não é essa a metodologia usada pela prova", revela Gisele Gama, especialista em avaliações de larga escala. Para dar um referencial mínimo de habilidade, o Todos pela Educação definiu um nível desejável para os alunos ao final dos ciclos. Para a 4ª série (5º ano) em Matemática o nível mínimo deveria ser de 225 e, em Língua Portuguesa, 200. Já para a 8ª série (9º ano) em Matemática o nível deveria ser de 300 e em Língua, 275. "Essa definição não é oficial e serve apenas como um parâmetro para os gestores", ressalta Gisele.

Prova Brasil

Francisca Oneide Oliveira Lima - Postado em 04/10/2012 10:53:23

Olá bom dia. Só pra ajudar as colegas dos comentários, sugiro que baixem a planilha com os níveis de aprendizagens alcançados por suas escolas, eles disponibilizam no site, caso não consigam, podem ligar por inep que eles orientam. Uma vez sabendo os níveis em que cada escola está, é possível compatibilizar as competências alcançadas em cada nível com o plano curricular da rede. Exemplo: O que que a rede de ensino do seu município orienta que os alunos devem aprender no bimestre "X" (com relação aos conteúdos especificados para o bimestre)? Com essa resposta em mãos, voce pode analisar as matrizes curriculares do MEC, daí voce pode saber onde voce está e pra onde voce precisa ir. Quando paramos em paragominas para pensar sobre isso, constatamos que precisaríamos "amarrar" melhor as coisas, sintonizá-las de forma pra que tudo convergirse para um só resultado. O estudo dos descritores, a interpretação real destes junto com as atividades do dia a dia é indispensável. caso alguém queira continuar a conversa pra que possamos nos amadurecer mais nesse assunto, pode escrever pra formadorespgm@gmail.com. Um grande abraço a todos Oneide

Fernando Macedo Lima Souza - Postado em 07/05/2011 19:35:32

A reportagem nao deixou muito claro essa parte de como fazer essa interpretação, poderia ser melhor! Continuamos aqui sem fazer uma interpretaçãoi maior..pois fazemos todo ano o simulado com o modelo da prova obrigado

Publicado em NOVA ESCOLAEdição 222, Abril 2011,
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas impressas!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.