Assine Nova Escola
Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

Atividade Permanente

Problemas de transformação de medidas de tempo

Objetivo
- Resolver questões que envolvam a duração de eventos e exijam a transformação de medidas de tempo. Faça uma sondagem para avaliar em quais situações cotidianas o aluno nota noções sobre o tempo.

Conteúdo
- Cálculo de duração de eventos.

Tempo estimado
Oito aulas.

Anos
4º e 5º

Material necessário
Lápis, papel e cópias da história usada na 5ª etapa.

Flexibilização para deficiência visual
Inclua cronômetro, despertador, relógio com números em relevo.

Desenvolvimento
Flexibilização para deficiência visual
Antecipe esta atividade junto ao AEE para que o estudante portador de deficiência visual tenha melhores condições de aprimorar ou adquirir noções sobre funcionamento das horas.

1ª etapa
Oriente as crianças a estabelecer relações entre horas e minutos. Quantos minutos tem uma hora? É imprescindível levá-las a compreender que não é possível somar horas a minutos, muito menos subtrair: é preciso fazer conversões.

Flexibilização para deficiência visual
Proponha a marcação de horas e minutos em diferentes atividades. Enquanto o grupo vê as horas no relógio da classe, este aluno pode manusear seu relógio e identificar o horário marcado e assim acompanhar o passar do tempo. Lance desafios com o uso do cronômetro e do despertador. Podem ser atividades dentro ou fora da sala de aula. Marque em uma tabela os horários de início e fim dessas atividades, o que já será um preparo para a próxima etapa. Auxilie o aluno para fazer o mesmo registro em braile.

2ª etapa
Proponha que cada aluno marque em uma folha o horário de dormir e de acordar. Deve ser feito o mesmo com o início e o término do café da manhã e com os horários em que os estudantes saem de casa e chegam à escola.

Flexibilização para deficiência visual
Peça auxílio da família para o preenchimento dessa tabela. Ela deve ser transcrita em braile para o aluno ter acesso à leitura das informações.

3ª etapa
Este é o momento de calcular a duração das atividades rotineiras. Na mesma folha em que anotou os horários, cada estudante deve registrar quanto tempo ele passou dormindo, quanto levou para tomar café da manhã e gastou no trajeto de casa à escola.

Flexibilização para deficiência visual
Deixe o aluno manusear seu relógio para realizar seus cálculos. Preveja um tempo maior para ele realizar essa atividade.

4ª etapa
Reúna as crianças em duplas para que elas conversem sobre suas resoluções e refaçam os cálculos se houver necessidade.

5ª etapa
Proponha que os estudantes, individualmente, calculem a questão da história abaixo. Observe quais são as estratégias que cada um utiliza. Em casa, Pedro conversa com seu pai:
- Pedro, se apresse! O jogo vai começar
às 16 horas!
- Eu odeio futebol, pai!
No estádio, o papo continua:
- Pai, quero ir ao banheiro.
- Mas o jogo acabou de começar!
Não dá para esperar até o intervalo?
- E quando vai ser isso?
- Entre o primeiro e o segundo tempo!
O jogo tem dois tempos de 45 minutos.
E um intervalo de 15 minutos.
- Que horas vai acabar?

Flexibilização para deficiência visual
Peça auxílio ao AEE e apresente a história contada em áudio. Utilize fone de ouvido e deixe que a escute em sala de aula. Se necessário, apresente os problemas da história transcritos em braile.

6ª etapa
Recolha o material e analise as estratégias encontradas pelos estudantes para solucionar o problema. Eleja as dificuldades mais comuns e coloqueas em discussão no quadro. No fim desta etapa, sistematize as informações levantadas pela turma, organizando um cartaz que possa ficar exposto na sala de aula e à disposição das crianças sempre que elas quiserem consultá-lo.

Flexibilização para deficiência visual
Novamente com a ajuda do AEE, transcreva esse mesmo cartaz para o braile e crie condições para que o acesso do aluno com deficiência visual a essas informções seja constantemente facilitado e estimulado.

Avaliação
Proponha aos estudantes uma série de questões que envolvam o cálculo de tempo. Atente para a importância de variar a incógnita. Exemplo 1: apresente para a turma um problema em que, depois de informados sobre o horário inicial de uma atividade e quanto tempo ela vai durar, desafie os alunos a responder qual seria o horário em que ela terminaria. Exemplo 2: sabendo-se o horário inicial e final de uma visita da turma a um museu, qual seria a duração do passeio? As crianças precisam colocar em prática os saberes adquiridos e destacados no cartaz. Com aquelas que não chegarem aos resultados corretos, retome as relações entre horas e minutos.

Consultoria: Sandra Martins
Professora da EMEF Sylvio Romero, em São Caetano do Sul, SP

Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas impressas!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.