Assine Nova Escola
Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

Sequência Didática

Releitura com focalização

Objetivos
- Desenvolver atitude de preocupação com a escrita correta das palavras.
- Refletir sobre o erro, produzindo dicas de como escrever corretamente.
- Observar a regularidade morfológico-gramatical na formação de substantivos e adjetivos.

Conteúdo
Ortografia (escrita ESA/EZA).

Anos
Do 3º ao 5º ano.

Tempo estimado
Seis aulas.

Material necessário
Cópia para os alunos do texto que será utilizado.

Desenvolvimento
1ª etapa
Com base nas produções anteriores dos alunos, defina como realizar a sequência. Você pode fazer uma releitura com todas as dificuldades ortográficas que aparecem no texto ou se concentrar em um aspecto em especial. Isso dependerá do diagnóstico de ortografia de sua sala - por isso, é fundamental ter clareza sobre as principais dificuldades do grupo. Essa sequência é focada no uso do ESA e EZA. Você pode aproveitar as ideias aqui  apresentadas para trabalhar com outras regularidades ortográficas. Selecione, para realizar sequência, um texto ou partes de um texto que os alunos já conheçam (veja uma sugestão abaixo). Se não for esse o caso e os alunos não conhecerem a história, você deve ler o texto, conversando sobre o entendimento geral antes da realização da atividade de ortografia. É fundamental que a turma esteja familiarizada com a história e as palavras utilizadas - para que o texto contextualizador da sequência didática não seja tratado apenas como um pretexto para trabalhar a ortografia.

EXEMPLO:
Dizei-me, espelhinho, com toda franqueza, quem é neste mundo que tem mais beleza? - Sois vós, minha alteza, com toda certeza.

2ª etapa
Forme duplas de acordo com as possibilidades de colaboração entre os alunos (critérios de afinidade e de participação). Proponha que realizem a leitura. A cada palavra com a dificuldade enfocada, discuta sua escrita com questões como: que tipo de erro uma pessoa pode cometer nessa palavra? No caso, as palavras terminadas em EZA. Peça que as anotem e expliquem suas dúvidas. Anote os comentários.

3ª etapa
Faça uma discussão coletiva com base nas anotações e explicações das duplas. Inclua outras palavras na discussão para que os alunos observem a categoria gramatical dessas palavras. Por exemplo: se beleza vem de belo, leveza vem de qual palavra?

4ª etapa
Como lição extra para casa, amplie o vocabulário, dê uma lista de adjetivos/ substantivos e peça que os transforme para se deparar com a terminação EZA (por exemplo, triste, pobre, rico). O mesmo pode ser feito com os adjetivos pátrios (inglês, português, chinês) e podem constar em um caça-palavras.

5ª etapa
Elabore uma lista de palavras com terminações ESA e EZA. Proponha que os alunos separem-nas em dois grupos, por exemplo: FINEZA, INGLESA, CHINESA, LIMPEZA, GRANDEZA, JAPONESA. 

Grupo A Grupo B
Fineza Inglesa

Em seguida, pense em uma regra que os ajude a lembrar quando usar EZA e quando usar ESA. O importante não é a formulação de uma regra bem elaborada, mas a reflexão e a generalização do que foi analisado pela turma. A ideia é que ela possa utilizar como referência para escrever palavras da mesma categoria.

Flexibilização para deficiência intelectual em processo de alfabetização
Proponha a contribuição do aluno na construção da tabela com o exercício que fez de lição de casa.

6ª etapa
Sitematize as aprendizagens e finalize a sequência. Mostre que usamos EZA nos substantivos terminados com o som /EZA/ derivados de adjetivos. Ressalte que, no caso do ESA, trata-se de adjetivos de um tipo específico: os relacionados à pátria que alguém pertence. Proponha que anotem no caderno para que não esqueçam e possam consultar quando precisar. Vale ressaltar que a referência à nomenclatura é algo secundário, o importante é que os alunos tenham condição de formular uma regra que os auxiliem na decisão sobre a grafia dessas palavras. Portanto, nesse momento, aceite as fórmulas provisórias da turma desde que estejam coerentes. Muitas vezes, quando utilizam suas próprias palavras para explicar o que entenderam, eles desenvolvem um raciocínio e encontram uma lógica, o que torna mais fácil de recordar e usar em futuras produções escritas.

Avaliação
Proponha outras situações de releitura com focalização nas regularidades estudadas e analise se os alunos utilizam o conhecimento sobre essas descobertas nas suas explicações. Retome a etapa 5 caso a turma ainda apresente dúvidas. Observe se estão utilizando a explicação anotada. Se o aluno tiver compreendido a regularidade, não precisará recorrer a suas anotações.

Flexibilização
Peça ao grupo, num mesmo momento, atividades em diferentes níveis de desafio. Adeque a ele questões que irão avaliar suas competências. Considere também o tempo necessário para cada grupo conforme os desafios.

 

Consultoria

Margareth Buzinaro

Regina Câmara


Fonte Adaptação do Guia de Planejamento e Orientações Didáticas para o Professor do 3º Ano - Ciclo I e Guia de Planejamento e Orientações Didáticas do PIC - Projeto Intensivo do Ciclo I - 4º ano - LER E ESCREVER-SME - São Paulo - 2008.

Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas impressas!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.