Assine Nova Escola
Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

S.O.S. Português

Como deve ser feita a regência da palavra "devido"?

Bruna Nicolielo. Com reportagem de Rita Trevisan

Pergunta enviada por Elda Silva Santos, Toledo, PR

Há três regras básicas que precisam ser respeitadas quando se utiliza o termo. Em primeiro lugar, vale saber que ele exige a preposição "a" - como em "São Paulo parou devido às fortes chuvas", "Devido ao excesso de peso, não pôde participar da competição" e "Foi reprovado devido às faltas". Outra orientação importante: a palavra não antecede orações reduzidas de infinitivo - "Não saímos porque o mar estava agitado" (em vez de "Não saímos devido o mar estar agitado"), "Não serviu o prato porque o cozinheiro errou a receita" (em vez de "Não serviu o prato devido ao cozinheiro ter errado a receita"). Por último, é preciso conhecer o uso de devido como adjetivo ou particípio. E, nesse caso, ele deve ser flexionado, concordando em gênero e número com o substantivo a que se refere: "O sermão lembrou o respeito devido aos pais", "O sermão lembrou a gratidão devida aos pais", "O sermão lembrou os agradecimentos devidos aos pais" e "O sermão lembrou as risadas devidas aos pais". Pela existência de tantas variações, alguns escritores e gramáticos desaconselham o uso do "devido a" e preferem locuções vernáculas mais comuns no nosso dia a dia, como "por causa de, em razão de, graças a, em virtude de".

Consultoria Dad Squarisi, professora do Centro Universitário de Brasília e autora de diversos livros de Língua Portuguesa.

Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

Na dúvida? NOVA ESCOLA responde

Compartilhe

 

Publicado em NOVA ESCOLAEdição 232, Maio 2010,
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas impressas!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.