Assine Nova Escola
Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

O que ensinar em Língua Portuguesa do 6º ao 9º ano

A meta da disciplina é permitir que os estudantes leiam e produzam textos de qualidade, além de desenvolver a oralidade

Maria Rehder

Página de > >|
=== PARTE 1 ====
Fotos: Paulo Vitale e Marcos Rosa
Fotos: Paulo Vitale e Marcos Rosa (2ª foto)

Formar alunos capazes de usar adequadamente a língua materna, em suas modalidades escrita e oral, e refletir criticamente sobre o que leem e escrevem. Esses são os objetivos das aulas de Língua Portuguesa. Saber argumentar, fazer relações entre os textos lidos e ter uma atitude crítica perante as informações são habilidades fundamentais para os jovens (conheça as expectativas de aprendizagem).

Entretanto, uma das dificuldades para atingir tais objetivos são os currículos fragmentados. "Os professores são impelidos a ministrar aulas de 50 ou 100 minutos que não mantêm necessariamente uma relação entre os conteúdos", avalia Telma Ferraz Leal, docente da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). "Tal organização do tempo escolar dificulta a realização de atividades mais sequenciais."



É nesse contexto que o momento de planejamento se torna fundamental para que os professores possam se dedicar à discussão sobre como garantir a continuidade em função das condições de cada escola. Outro desafio, de acordo com Telma, é romper com o excesso de conteúdos (leia uma proposta de plano plurianual para a área)."É preciso definir prioridades e usar o tempo pedagógico para que as habilidades e os conhecimentos mais relevantes para a vivência social dos estudantes sejam de fato contemplados", acrescenta.

Maior importância para o oral equilibra o currículo

Claudio Bazzoni, assessor de Língua Portuguesa da prefeitura de São Paulo e selecionador do Prêmio Victor Civita - Educador Nota 10, destaca que a língua é o ponto essencial do convívio interpessoal. "A linguagem é uso e interação entre sujeitos que fazem parte de um determinado contexto histórico e social. É um desafio para o professor assumir que os conhecimentos que os estudantes devem dominar vão além dos contemplados pela gramática normativa." Para que os alunos dominem essa ferramenta, cabe a todos os professores propor situações didáticas que garantam, de maneira contínua, a abordagem de gêneros diversos - selecionados em função de temas de estudo e com grau de dificuldade crescente. As atividades de produção de texto devem ser permanentes.

Bazzoni lembra a importância das atividades sobre oralidade, destacando a escuta de textos do gênero marcados por maior formalidade, como seminários, relatos de experiência, entrevistas e debates. Com ele, concorda Maria José Pinheiro Machado, da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Para ela, a inclusão de um trabalho com os gêneros orais nos currículos representaria um avanço, uma vez que o tema costuma ficar de fora de muitas práticas escolares. Assim, seriam desenvolvidas as capacidades comunicativas dos alunos. "Isso é necessário para que eles possam ampliar as condições de interação e as possibilidades de informação e conhecimento."

Desde 2005, a professora de Língua Portuguesa Maria Sueli Gonçalves abriu mais espaço para a oralidade em seu trabalho. Inspirada na Academia Brasileira de Letras (ABL), ela criou a Academia Estudantil de Letras (AEL) numa escola municipal de São Paulo. "Tudo começa em sala, com a apresentação de textos de autores e gêneros variados. Depois, os alunos podem aprofundar a leitura em reuniões semanais, assumindo a cadeira de um escritor específico", explica.

O gênero oral é praticado nos momentos em que cada estudante organiza seminários sobre a biografia e os textos do autor representado e quando recebem escritores profissionais, como Tatiana Belinky e Paulo Dantas.

Veja, a seguir, cinco situações didáticas essenciais para o ensino de Língua Portuguesa do 6º ao 9º ano.

=== PARTE 2 ====
=== PARTE 3 ====
=== PARTE 4 ====
=== PARTE 5 ====
=== PARTE 6 ====

Continue lendo

Página de > >|
Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

 

Publicado em , Janeiro 2010. Título original: Mais que a escrita
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas impressas!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.