Revista do mês
Nova Escola
Assine Nova Escola
publicidade

Interação com a linguagem escrita

A turma em contato com a escrita

Cristiane Marangon

Página de > >|

 

=== PARTE 1 ====
As crianças pequenas não vão mais à escola apenas para receber cuidados e brincar. Hoje se sabe que na Educação Infantil é possível pesquisar, fazer contas e trabalhar com livros. Os especialistas afirmam que quanto antes elas conhecerem a linguagem escrita mais possibilidades de inclusão terão numa sociedade letrada. O objetivo nesta fase não é, necessariamente, ensinar a ler e escrever, mas proporcionar a interação com a língua escrita. Para isso, é fundamental selecionar bons livros e evitar os textos simplificados e infantilizados. Não há necessidade de escolher um livro para ensinar algo além da linguagem, como uma moral, ou associá-lo a um questionário ou a um desenho. A leitura tem valor em si.

 

Os nomes estão em jogo

IDADE: 5 anos.
TEMPO: 30 minutos.
ESPAÇO: Sala de atividades.
MATERIAL: Pedaços de papel cartão com 20 por 12 centímetros, caneta hidrocor, régua, tesoura, saco plástico e botões.
OBJETIVO: Ler e escrever usando os nomes próprios por meio de jogos.

Quadricule os pedaços de papel cartão. Os espaços devem ter 5 por 2 centímetros. Escreva os nomes das crianças aleatoriamente nas cartelas e distribua. Lembre-se de que elas devem ser diferentes umas das outras para que todas as crianças não ganhem juntas. Escreva o nome de cada uma em pedacinhos de papel e coloque-os dentro do saco. Sempre utilize letra bastão maiúscula. Sobre as mesas, coloque punhados de botões que serão usados como marcadores. Comece o jogo sorteando um nome. Dê um tempo para que todos procurem nas cartelas. Se você tiver crianças não-leitoras, escreva o nome sorteado no quadro para que elas possam procurar. Ganha quem conseguir preencher a cartela primeiro.

Este é o meu material

IDADE: A partir de 4 anos.
TEMPO: De 20 a 30 minutos.
ESPAÇO: Sala de atividades.
MATERIAL: Pedaços de papel cartão com 20 por 7 centímetros, lápis ou canetas hidrocor, etiquetas ou tiras de papel e fita adesiva.
OBJETIVO: Ler e escrever os nomes próprios para identificar o material pessoal.
PREPARAÇÃO: No começo do ano letivo, quando a turma tem novos materiais, como cadernos e pastas, escreva nos pedaços de papel cartão o primeiro nome de cada criança com letra bastão maiúscula.

Entregue a cada criança o cartão com o nome dela, etiquetas e lápis ou canetas hidrocor. Cada uma escreve o próprio nome com base no modelo fornecido por você e, depois, etiqueta o material. Ensine à turma onde e como colar. Caso utilize tiras de papel, oriente a turma a fixá-las com a fita adesiva. 

A turma dita, você escreve

IDADE: 5 anos.
TEMPO: De 15 a 30 minutos.
ESPAÇO: Sala de atividades.
MATERIAL: Retroprojetor, folhas de transparência, canetas de duas cores para retroprojetor, lápis e papel.
OBJETIVOS: Criar uma nova versão para um enredo conhecido; produzir textos orais com destino escrito; revisar; e apropriar-se da linguagem escrita.

Peça às crianças que elejam uma história de que gostem e que seja conhecida de todas. Quando chegarem a um consenso, elas a recontam e depois ditam o texto para você escrevê-lo no quadro-negro. Após essa etapa, você passa essa história para a folha de transparência exatamente com os termos que elas usaram. No dia seguinte, coloque o texto no retroprojetor e leia. As crianças apontam quais revisões devem ser feitas. Marque as alterações com caneta de outra cor. A pontuação ainda não é corrigida por elas, pois é um conteúdo de que ainda não têm domínio. É possível que a turma não perceba alguns erros. Nesse caso, chame a atenção do grupo perguntando se há algo para ser modificado. No último dia, coloque de novo o texto já corrigido no retroprojetor. É importante voltar ao trabalho inicial (o texto que elas ditaram para você) para que a turma compare com o produto final e perceba a importância da revisão e que aspectos do texto foram modificados. Repita esse procedimento com mais três ou quatro contos. Depois, você pode montar um livro para ser doado à biblioteca ou ser dado de presente para os pais. 

Letras móveis

IDADE: 5 anos.
TEMPO: De 40 a 50 minutos.
ESPAÇO: Sala de atividades.
MATERIAL: Figuras do mesmo campo semântico (não misture objetos com animais, por exemplo) e letras bastão maiúsculas móveis. Providencie uma quantidade maior de alfabetos do que os grupos da sala.
OBJETIVO: Escrever com a ajuda de letras móveis.

Divida a turma em grupos de quatro. Se não for possível, trabalhe em duplas. Cuide para que as crianças do mesmo grupo tenham níveis de aprendizagem parecidos (assim, evita-se que uma faça toda a tarefa). Entregue algumas ilustrações para cada grupo e peça às crianças que escrevam o nome da figura. Seu papel, enquanto elas escrevem, é fazer pequenas intervenções quando necessário e anotar como elas estão escrevendo para saber o quanto cada uma ainda pode avançar. A lista de nomes, os cartazes e os textos que ficam na sala de aula servem de apoio nessa hora. Se puder, mantenha as letras organizadas em uma caixa para as crianças as visualizarem melhor. 

=== PARTE 2 ====

Página de > >|

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

 

Publicado em Outubro 2007.
Assine já a sua revista!
Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.