Assine Nova Escola
Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

Transtornos do desenvolvimento

O que é a Síndrome de Asperger?

Paula Nadal

 

A Síndrome de Asperger é um Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD), resultante de uma desordem genética, e que apresenta muitas semelhanças com relação ao autismo.

Ao contrário do que ocorre no autismo, contudo, crianças com Asperger não apresentam grandes atrasos no desenvolvimento da fala e nem sofrem com comprometimento cognitivo grave. Esses alunos costumam escolher temas de interesse, que podem ser únicos por longos períodos de tempo - quando gostam do tema "dinossauros", por exemplo, falam repetidamente nesse assunto. Habilidades incomuns, como memorização de sequências matemáticas ou de mapas, são bastante presentes em pessoas com essa síndrome.

Na infância, essas crianças apresentam déficits no desenvolvimento motor e podem ter dificuldades para segurar o lápis para escrever. Estruturam seu pensamento de forma bastante concreta e não conseguem interpretar metáforas e ironias - o que interfere no processo de comunicação. Além disso, não sabem como usar os movimentos corporais e os gestos na comunicação não-verbal e se apegam a rituais, tendo dificuldades para realizar atividades que fogem à rotina.

Como lidar com a Síndrome de Asperger na escola?
As recomendações são semelhantes às do autismo. Respeite o tempo de aprendizagem do aluno e estimule a comunicação com os colegas. Converse com ele de maneira clara e objetiva e apresente as atividades visualmente, para evitar ruídos na compreensão do que deve ser feito.

Também é aconselhável explorar os temas de interesse do aluno para abordar novos assuntos, ligados às expectativas de aprendizagem. Se ele tem uma coleção de carrinhos, por exemplo, utilize-a para introduzir o sistema de numeração. Ações que escapam à rotina devem ser comunicadas antecipadamente.


Na dúvida? NOVA ESCOLA responde

Compartilhe

Fernando Zaborato - Postado em 16/02/2013 23:56:25

Eu deve ter esta síndrome de forma moderada, pois me lembro que quando criança, na escola, tinha dificuldade em segurar lápis ou canetas, não entendia brincadeiras de colegas e ironias de forma alguma, era considerado ingênuo por todos. Sempre acreditava no que vinham contando. Nunca, até hoje sinto falta de amigos, apesar de gostar quando estou com eles, mas não busco situações para convívio com eles, só tenho contato com outras pessoas se me chamarem. Apesar de ter apenas 1 ou 2 amigos e ter pouco contato com eles, não sinto solidão ou falta de pessoas, me satisfaço com rotinas, em ler livros, ler textos científicos na internet. Nunca me interessei por salas de bate-papo.

Publicado em Abril 2011,
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas impressas!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.