Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

A França e a Holanda no Brasil Colônia

Para compreender as invasões francesas e holandesas que ocorreram no território brasileiro no período colonial, os alunos precisam conhecer o panorama geopolítico da época

Bianca Bibiano e Fernanda Salla

Página de > >|
=== PARTE 1 ====
Cronologia das invasões francesas e holandesas. Ilustração: Bruno Algarve
Cronologia das invasões francesas e
holandesas
O mapa e a linha do tempo
mostram os fatos que marcaram a
presença da França e da Holanda, com
caráter exploratório, no território que
era possessão dos portugueses

Clique para ampliar

Entre os séculos 16 e 17, os holandeses e franceses invadiram a nossa praia. Ou melhor, a praia dos portugueses, que eram os colonizadores do Brasil - e tentaram fincar raízes por aqui. Quando o assunto é esse, é quase certo que alguns alunos questionem se a situação de nosso país hoje seria melhor se o território tivesse sido colonizado por eles. Não existe resposta definitiva para a questão, mas, quando especulações como essa surgirem, convide os alunos a conhecer as motivações que fizeram esses europeus também aportar por aqui e seus objetivos. Assim, eles vão poder pensar melhor sobre essas outras colonizações (veja imagem ampliada).

Para começar o trabalho, situe a garotada sobre o panorama político e geográfico. Em 1580, o império português foi incorporado à Espanha, inaugurando a União Ibérica. Isso incomodou a França e a Holanda, que, para enfraquecer os ibéricos, passaram a investir cada vez mais em invasões. "Eram tentativas de contestar a situação considerada ilegítima pelo restante da Europa", explica Célia Camargo, professora da Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (Unesp), campus de Assis.

Outra questão que vale ser enfocada: diferentemente do que ocorreu na colonização dos Estados Unidos, entre os séculos 16 e 17, quando os europeus tinham o intuito de povoar o território para fugir das perseguições políticas e religiosas, a presença de portugueses, holandeses e franceses no Brasil tinha metas puramente exploratórias. Assim, os jovens vão perceber que, seja lá quem for o colonizador, é importante analisar o objetivo da colonização.

Além de tudo isso, é fundamental deixar bem claro que as características das explorações realizadas por franceses e holandeses diferiam muito quando comparadas à dos portugueses. Eles acreditavam que era preciso estruturar as colônias e desenvolvê-las para só então retirar delas o que quisessem. Era uma visão menos predatória, mas não menos exploratória. "Os benefícios que franceses e holandeses trouxeram à colônia se davam em função do interesse mercantil", diz Rafael Marquese, professor da Universidade de São Paulo (USP).

Pergunta do aluno

Por que Portugal não investia para evitar invasões ao Brasil?
Segundo Carlos Matos, editor de livros didáticos, no início, Portugal extraía pau-brasil e só queria os lucros. No mais, explorava outros pontos no mundo e não tinha dinheiro para outros investimentos. Tempos depois, passa a proteger um pouco mais o território: o comércio de especiarias com as Índias começa a sofrer forte concorrência de outros europeus e decai. Outro motivo foi a invasão holandesa no nordeste por causa do comércio açucareiro.

 

=== PARTE 2 ====
=== PARTE 3 ====

Continue lendo a reportagem

Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários
Página de > >|

 

Publicado em NOVA ESCOLAEdição 240, Março 2011,
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.