Revista do mês
Nova Escola
Assine Nova Escola
publicidade

HISTÓRIA

Como se calcula a idade de um fóssil?

Beatriz Santomauro. Com reportagem de Rita Trevisan

Foto: Gettyimages/Ken Lucas
TEMPO REGISTRADO Pela datação, sabe-se que este fóssil de lagarto tem 140 milhões de anos. Foto: Gettyimages/Ken Lucas

Existem duas maneiras: a datação relativa, usada pelos pesquisadores desde o século 17, por comparação com outros fósseis; e a datação absoluta, feita desde o início do século 20, com a análise de elementos químicos radiativos encontrados nos organismos estudados. Com essa técnica, são identificados o tempo que provocou tal concentração e a quantidade atual de dois elementos.

 

O resultado é a idade do fóssil. Já para descobrir quantos anos o organismo tinha antes de ser soterrado ou qual a fase de vida em que se encontrava, como infância ou velhice, há técnicas variadas. Com os vertebrados, a análise é feita em pedaços de ossos e dentes. Em árvores petrificadas, são contados os anéis de crescimento do tronco. 

 

 

 


Consultoria Átila Augusto Stock da-Rosa, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). 

Pergunta enviada por Heliana Dias Oliveira, Núcleo Bandeirante, DF

Comentários

Na dúvida? NOVA ESCOLA responde

 

Publicado em NOVA ESCOLAEdição 224, Agosto 2009,

Fundação Victor Civita © 2015 - Todos os direitos reservados.