Revista do mês
Nova Escola
Assine Nova Escola
publicidade

HISTÓRIA

Como se calcula a idade de um fóssil?

Beatriz Santomauro. Com reportagem de Rita Trevisan

Foto: Gettyimages/Ken Lucas
TEMPO REGISTRADO Pela datação, sabe-se que este fóssil de lagarto tem 140 milhões de anos. Foto: Gettyimages/Ken Lucas

Existem duas maneiras: a datação relativa, usada pelos pesquisadores desde o século 17, por comparação com outros fósseis; e a datação absoluta, feita desde o início do século 20, com a análise de elementos químicos radiativos encontrados nos organismos estudados. Com essa técnica, são identificados o tempo que provocou tal concentração e a quantidade atual de dois elementos.

 

O resultado é a idade do fóssil. Já para descobrir quantos anos o organismo tinha antes de ser soterrado ou qual a fase de vida em que se encontrava, como infância ou velhice, há técnicas variadas. Com os vertebrados, a análise é feita em pedaços de ossos e dentes. Em árvores petrificadas, são contados os anéis de crescimento do tronco. 

 

 

 


Consultoria Átila Augusto Stock da-Rosa, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). 

Pergunta enviada por Heliana Dias Oliveira, Núcleo Bandeirante, DF

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

Na dúvida? NOVA ESCOLA responde

 

Publicado em NOVA ESCOLAEdição 224, Agosto 2009,
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais
Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.