Revista do mês
Nova Escola
Assine Nova Escola
publicidade

Obras e pintores de todo o Brasil são um rico conteúdo

Ao aproveitar a diversidade da produção que retrata a cultura de sua cidade ou de seu estado, você ajuda a desmistificar o fazer artístico e amplia o repertório dos estudantes

Com apuração de Camila Camilo. Editado por Beatriz Vichessi

Página de > >|
=== PARTE 1 ====

Quais são os pintores que você conhece? O espanhol Pablo Picasso (1881-1973), o holandês Vincent Van Gogh (1853-1890) e o francês Claude Monet (1840-1926) são alguns dos nomes que aparecem na lista de muitas pessoas. Porém, de alguma maneira, uma seleção como essa faz a arte parecer algo distante e até inatingível, talento de gente que mora no exterior ou que já morreu, concorda?

Essa ideia também pode se formar na cabeça dos alunos se o currículo não garantir o estudo da vida e da obra de pintores da cidade em que eles moram, de localidades vizinhas ou então da capital do estado. E, seja lá onde você estiver, pode ter certeza de que há bons nomes para usar como tema das aulas.

Após analisar o que os estudantes do 5º ano entendiam por arte e pesquisar sobre a produção artística de Santa Catarina, a professora Julmara Sefstrom, da EMEIEF Padre Ludovico Coccolo, em Criciúma, a 189 quilômetros de Florianópolis, organizou um projeto sobre dois pintores locais: Vera Sabino e Franklin Cascaes (1808-1983). Até então, a criançada sabia o nome de alguns artistas estrangeiros e pensava que pintar quadros tinha como único objetivo ganhar dinheiro. Concluído o trabalho, todos tinham ampliado o repertório de artistas conhecidos, revisto a ideia de lucro e aprendido muito. Eles exploraram a temática que aparece nas obras estudadas - mitologia da região e paisagem e cultura açoriana - e experimentaram as técnicas e os materiais de trabalho utilizados. Isso permitiu fazer descobertas com tinta acrílica sobre madeira (utilizada por Vera) e grafite e nanquim sobre papel (recursos escolhidos por Cascaes). 

Lista com artistas de todos os estados do Brasil

Sites que permitem visualizar reproduções de obras de arte


Se você não é catarinense ou não mora nesse estado, pode nunca ter ouvido falar da dupla. Ainda assim, conhecer o projeto de Julmara vai ajudá-lo a refletir sobre as possibilidades e a riqueza do trabalho com a temática do lugar onde mora (conheça o passo a passo do trabalho dela na página 3).

"Em muitos casos, a obra de um artista natural ou morador do mesmo lugar que a turma revela o contexto social e cultural da escola e da vida da população", diz Sumaya Mattar, coordenadora do Grupo Multidisciplinar de Estudo e Pesquisa em Arte e Educação da Universidade de São Paulo (USP).

Para organizar o projeto, Julmara buscou informações em fontes diversas, como sites, museus, catálogos de arte e livros. Também participou de encontros de profissionais da área a fim de conhecer mais o assunto. Com isso, pôde selecionar os artistas a serem apresentados à classe, reunir material sobre eles, estudar o tema e elaborar as atividades que fariam parte do projeto. "Ter em mãos boas reproduções das obras é importante, mas não o suficiente", diz.

=== PARTE 2 ====
=== PARTE 3 ====
=== PARTE 4 ====

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários
Página de > >|

 

Publicado em NOVA ESCOLA Edição 252, Maio 2012.
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais
Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.