Revista do mês
Nova Escola
Assine Nova Escola

E agora, Telma? - Indisciplina

Como agir quando os pais dos alunos considerados difíceis, mesmo sendo chamados pela escola, ficam indiferentes?

Telma Vinha. Foto: Marina Piedade E agora, Telma?

Telma Vinha é professora de Psicologia Educacional na Unicamp e tira dúvidas sobre comportamento.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Manoel Ribeiro, Volta Redonda, RJ

Inicialmente, cabe reforçar que nenhuma família está satisfeita diante de um filho "difícil", mesmo que aparentemente pareça estar. Em geral, os pais já fizeram tudo que sabiam para modificar as coisas e se sentem frustrados. O melhor a fazer é ouvi-los e ampará-los.

De nada adianta chamar os pais para reclamar que a criança é "terrível" ou tentar ensiná-los a educá-la. Esse tipo de conduta não resolverá, pois isso possivelmente já ocorreu e não trouxe resultados efetivos. Portanto, é preciso procurar outros caminhos. Os pais devem, antes de mais nada, saber que existe alguém que compreende o que eles estão passando.

É preciso ainda ter paciência com os que se mostrarem agressivos, pois, com certeza, eles se sentem angustiados em relação a si mesmos, a seus filhos e aos profissionais e estão, portanto, numa posição defensiva.

Quando os pais quiserem conselhos, eles mesmos solicitarão e, quando o professor os der, é importante reconhecer que ninguém realmente tem todas as respostas. O que se pode fazer é apenas concordar em experimentar diferentes estratégias mais coerentes com o desenvolvimento socioafetivo da criança e que atendam às necessidades dela.

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

 

Publicado em NOVA ESCOLA Edição 239, Janeiro/Fevereiro 2011.
Comentários

 

Assine já a sua revista!
Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.