Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

Plano de Aula

Dom Quixote e o romance moderno espanhol

Planeta Sustentável

Conteúdo relacionado

Este plano de aula está ligado à seguinte reportagem de VEJA:

Objetivos
Perceber as características do romance Dom Quixote de la Mancha, de Miguel de Cervantes

Conteúdos
Romance moderno, Século de Ouro espanhol

Tempo estimado
Duas aulas

Introdução

Em um artigo publicado na VEJA desta semana, a psicanalista Betty Milan vale-se das figuras emblemáticas de Dom Quixote e seu escudeiro Sancho Pança para focalizar temas como o imaginário e o desejo. Que tal explorar essas dimensões com seus alunos, e também o romance que apresenta esses personagens imortais: Dom Quixote de La Mancha, obra-prima da literatura ocidental?

Desenvolvimento

1ª aula
Peça que a turma leia o artigo "O risco do conselho", de Betty Milan, publicado em VEJA. Coloque em discussão as ideias desenvolvidas no texto, como o fato de privilegiarmos nosso imaginário. "Também nós ouvimos sem escutar e enxergamos sem ver para impedir que o nosso desejo seja contrariado". Pergunte a opinião da turma. O que a autora quis dizer? Os alunos concordam com a ideia de privilégio do imaginário?

Coloque em discussão, também, a correspondência entre Sancho Pança e a parte realista do indivíduo, enquanto Dom Quixote, como o texto sugere, corresponde a seu imaginário, aberto a todo tipo de desejos. Pergunte à turma se realidade e imaginação se mesclam na vida real? Acrescente que, na época da publicação do romance, Dom Quixote foi visto como a encarnação do grotesco, enquanto seu fiel escudeiro era o pícaro por excelência. Na opinião da moçada, essa ideia se mantém?

Encaminhe a discussão para o romance Dom Quixote de La Macha, do espanhol Miguel de Cervantes. Pergunte à moçada se conhecem a história e destaque, com os alunos, as características dos personagens principais. Comente que o romance escrito pelo espanhol Miguel de Cervantes foi consagrado, em 2002, como a melhor obra de ficção de todos os tempos. Proponha que os alunos leiam o livro em casa. Estabeleça um prazo para a leitura. Se possível, organize também a exibição em sala de aula, numa data futura, de um ou mais filmes sobre Dom Quixote (veja indicações ao final deste plano).

Para a aula seguinte, encomende uma pesquisa sobre Miguel de Cervantes e a Espanha de seu tempo. Para isso, entregue à turma o roteiro de perguntas abaixo e peça que tragam respondidas por escrito na aula seguinte:

- Quais as principais características econômicas e sociais da Espanha na época em que viveu Miguel de Cervantes?
- Como os acontecimentos da história espanhola se relacionam com a obra do autor?
- Quais outros pintores e escritores da época podem ser destacados?

2ª aula
Peça que os alunos apresentem os resultados da pesquisa e discuta-os oralmente (use como base o texto abaixo).

Texto de apoio ao professor - Miguel de Cervantes

Miguel de Cervantes participou da batalha naval de Lepanto, em 1571, na qual a armada católica venceu a frota turca, barrando a expansão do Império Otomano no Mediterrâneo. Ferido durante o combate ele perdeu os movimentos da mão esquerda. Quando regressou à Espanha, em 1575, viu seu navio ser capturado por corsários e permaneceu cinco anos como escravo em Argel. Na Espanha, chegou a ser preso por dívidas, mas aos poucos firmou sua reputação literária com produções como a novela A Galatea. A primeira parte de Dom Quixote surgiu em 1605. Em 1613 publicou Novelas Exemplares e, dois anos depois, a segunda parte de Dom Quixote. Morreu em 1616, dias antes da morte de outro grande nome da literatura europeia da época: William Shakespeare.

Cervantes viveu durante o chamado Século de Ouro, apogeu da cultura de seu país, que abrange os séculos 16 e 17. Nesse período, a monarquia espanhola, que também reinou em Portugal entre 1580 e 1640, era a mais poderosa da Europa e controlava toda a América do Sul, parte da América do Norte e possuía colônias africanas e asiáticas. Em termos literários, Cervantes teve contemporâneos ilustres, como Lope de Veja, autor de 426 comédias, numerosos romances e milhares de poemas; e Luís de Góngora, poeta e dramaturgo, que deu nome a uma das tendências da estética barroca. Entre os pintores, destacam-se El Greco e Velázquez.

Em seguida, discuta com a moçada a importância de Cervantes para a Literatura espanhola e mundial. Explique que Dom Quixote de La Mancha incursiona pela paródia e pelo burlesco, até chegar à conclusão melancólica de que não há mais lugar para herois no mundo. Considerado o marco inicial do romance moderno, o livro influenciou sucessivas gerações de autores. Entre os escritores influenciados por ele estão os britânicos Daniel Defoe, Walter Scott, Charles Dickens e mesmo James Joyce, o francês Gustave Flaubert, o russo Fiódor Dostoievski, o americano Herman Melville, o argentino Jorge Luís Borges e o brasileiro Machado de Assis.

Para finalizar, apresente à turma uma curiosidade. Conte a eles que o protagonista do romance de Miguel de Cervantes deu origem ao adjetivo "quixotesco", que tem o significado de "generosamente impulsivo, sonhador, romântico, nobre, mas um pouco desligado da realidade". Discuta com a classe a relação entre o personagem de Cervantes e a interpretação dada à expressão.

Avaliação
Na primeira etapa, atente para os argumentos da turma a respeito do texto de Betty Milan e verifique a coerência deles. Em seguida, analise os resultados da pesquisa realizada em casa e observe se os alunos entenderam a importância de Cervantes para a Literatura.

Quer saber mais?

Bibliografia
Dom Quixote (2 volumes), Miguel de Cervantes, LP&M Editores, tel.: (51) 3225-5777

Filmografia
Don Quixote, direção de Peter Yates, EUA, 2000
O Homem de La Mancha, direção de Arthur Hiller, EUA, 1972

Consultoria Carlos Eduardo Matos
jornalista e editor de livros didáticos e paradidáticos

Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.