Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

Plano de Aula

Caixinha de surpresas

Planeta Sustentável

Conteúdo relacionado

Reportagem de Veja

Objetivos
Esclarecer que a globalização tem outros fatores de origem além da economia como, por exemplo, as transformações do sistema de transporte

Introdução
O conceituado historiador inglês Eric Hobsbawm observou certa vez que "os revolucionários avanços tecnológicos nos transportes e nas comunicações desde o final da II Guerra Mundial foram responsáveis pelas condições para que a economia alcançasse os níveis atuais de globalização". A declaração dá a medida do significado das inovações nos sistemas de transporte e telecomunicações. Esse progresso tem permitido que não apenas o comércio, como também a produção, possam se dar em escala planetária. Os meios aéreos, por exemplo, possibilitam que empresas montem seus produtos com peças e componentes fabricados a dezenas de milhares de quilômetros, enquanto enormes cargueiros distribuem as mercadorias prontas pelos quatro cantos da Terra. A reportagem mostra essa revolução silenciosa na qual os contêineres de carga desempenham um papel fundamental. Convide a classe a entender os contextos em que surgem essas e outras inovações. Elas ajudam a compor o retrato de uma época que, nas palavras de Hobsbawm, parece ter abolido a distância e o tempo.

Atividades
1ª aula - Explore exemplos de transformações nos transportes e nas comunicações. Lembre que, se em algumas regiões o traslado de mercadorias continua a ser feito em caravanas de camelos, na maior parte dos lugares multiplicam-se os testemunhos de quanto a vida humana foi modificada com o aparecimento do motor a explosão, do avião, do automóvel e dos sistemas de comunicação a distância. Peça que os adolescentes prestem bastante atenção nos dados técnicos apresentados na reportagem e leia para eles as informações do quadro abaixo, sobre nossa capacidade atual de levar e trazer cargas.

A seguir, converse sobre a padronização dos meios técnicos que vem permitindo a redução de custos e o incremento da sinergia econômica entre povos, países e lugares. Um exemplo é a uniformização de bitolas (distâncias entre as faces internas dos trilhos) das ferrovias a fim de proporcionar mais rapidez e agilidade. Mostre ainda que, no caso dos contêineres, há uma padronização no transporte intermodal - aquele realizado entre rodovias, estradas de ferro, hidrovias, terminais de carga terrestres e áreas portuárias. Isso amplia a movimentação e a fluidez, já que as mercadorias circulam com menos obstáculos. Para contextualizar tais transformações, distribua cópias do quadro "Abolição da Distância e do Tempo" e oriente a execução da atividade ali sugerida. Depois, diga aos estudantes que procurem e tragam, para a aula seguinte, textos e imagens que explicitem o modo como o incremento da fluidez nos transportes interfere nas culturas locais.

2ª aula - Encaminhe o exame coletivo do resultado das pesquisas. Então, sintetize no quadro-negro os dados apurados. Destaque que, no passado, a produção e boa parte das trocas comerciais tinham alcance limitado. Hoje, com a diminuição do tempo de percurso das viagens internacionais, passamos a consumir uma diversidade maior de bens perecíveis oriundos de regiões distantes. Frutas tropicais e flores delicadas surgem em rincões outrora isolados, independentemente da estação do ano.

Divida os alunos em pequenos grupos e explore essa idéia, discutindo os prós e contras para as economias e as populações locais. Incentive uma reflexão crítica a respeito de eventuais impactos culturais, com a introdução de mudanças nos hábitos alimentares. Para encerrar, encomende textos argumentativos sobre o assunto, salientando os desafios colocados para a produção e circulação de mercadorias no Brasil - o "gargalo da produção".

Para seus alunos

Abolição da distância e do tempo
Acompanhe com seus colegas algumas idéias do historiador britânico Eric Hobsbawm, extraídas do livro O Novo Século: Entrevista a Antonio Polito (Companhia das Letras, tel. [11] 3707-3500). "Não acho que seja possível identificar a globalização apenas com a criação de uma economia global, embora este seja o seu ponto focal e sua característica mais óbvia. Precisamos olhar para além da economia. Antes de tudo, a globalização depende da eliminação de obstáculos técnicos. Ela resulta da abolição da distância e do tempo." De que modo você interpreta essa assertiva? A que época o humanista se refere? A generalização dos contêineres padronizados pode ser vista como um passo para a eliminação de obstáculos ao processo de globalização? Que exemplos você conhece de comunicação instantânea, independente da distância e do tempo? Todos esses pontos podem fundamentar uma discussão enriquecedora sobre a economia e a sociedade contemporâneas.

Consultor Roberto Giansanti
Geógrafo e autor de livros didáticos

Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.