Revista do mês
Nova Escola
Assine Nova Escola
publicidade

A garotada entra no ritmo com as danças de roda

As crianças rodopiam e cantam canções que têm temas pra lá de variados: barata, peixe, feiticeira... Além de ser um ótimo exercício físico, essa brincadeira ajuda a desenvolver a fala

Cristiane Marangon

Página de > >|
=== PARTE 1 ====

Mais que passatempos, as brincadeiras de roda desenvolvem a expressão oral, a audição e o ritmo dos pequenos. Enquanto rodam no pátio, cantando as divertidas canções, eles ainda se exercitam, trabalhando o equilíbrio e a coordenação motora. Vale um lembrete: é importante que os alunos conheçam a coreografia tradicional das cirandas como forma de preservar nossa cultura. Mas incentive as adaptações e a criação de movimentos. Assim, você mantém o interesse da garotada em alta. Mas incentive as adaptações e a criação de movimentos. Assim, você mantém o interesse da garotada em alta.


A BARATA
Que bicho! Só conta mentira e nem liga se ninguém acredita

MÚSICA
A barata diz que tem
Sete saias de filó.
É mentira da barata,
Ela tem é uma só.

(bis)
Ah! Ah! Ah!
Oh! Oh! Oh!
Ela tem é uma só!

A barata diz que tem
Uma cama de marfim.
É mentira da barata,
Ela tem é de capim.

(bis)
Ah! Ah! Ah!
Oh! Oh! Oh!
Ela tem é de capim!

A barata diz que tem
Um sapato de fivela.
É mentira da barata,
O sapato é da mãe dela.

(bis)
Ah! Ah! Ah!
Oh! Oh! Oh!
O sapato é da mãe dela!

PARTICIPANTES No mínimo dois.
ORGANIZAÇÃO Em roda ou livre.
COMO BRINCAR As crianças cantam e, de mãos dadas, vão rodando ao ritmo da canção. Quando chegam no verso "Ah! Ah! Ah! / Oh! Oh! Oh!", elas se soltam, param de rodar e fingem dar risadas. Depois, você pode estimular a garotada a criar outras coreografias para essa canção.

A CANOA VIROU
Esta roda é diferente: tem gente de frente e de costas. O desafio é não perder o passo 

MÚSICA
A canoa virou,
Por deixá-la virar,
Foi por causa do Pedrinho,
Que não soube remar.

Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar,
Tirava o Pedrinho
Do fundo do mar.

PARTICIPANTES No mínimo dois. 
ORGANIZAÇÃO Em roda. 
COMO BRINCAR As crianças giram cantando somente a primeira parte da música até
o verso "Que não soube remar". Elas trocam "Pedrinho" pelo nome de um colega.
O escolhido se solta, vira-se de costas para o centro da roda e dá as mãos novamente
para os vizinhos. A cantoria recomeça e o grupo vai elegendo um a um os companheiros
até que todos tenham sido chamados e estejam de costas. Ainda girando, eles começam
a cantar a segunda parte da canção, chamando novamente os colegas, um a um.
O escolhido se solta dos amigos e volta à posição original. A brincadeira termina
quando todos estiverem novamente de frente para o centro da roda.

A CARROCINHA
Nessa brincadeira, a criançada gira pra lá e pra cá e até pula com uma perna só 

MÚSICA
(bis)
A carrocinha pegou
Três cachorros de uma vez.

(bis)
Tralalá,
Que gente é esta.
Tralalá,
Que gente má! 

PARTICIPANTES No mínimo seis. 
ORGANIZAÇÃO Duas rodas. A menor dentro da maior.
COMO BRINCAR As duas rodas giram em sentidos opostos cantando a música. Quando
chegam em "Que gente é esta", cada um dos que estão na roda menor escolhe um colega da maior e, de braços dados, as duplas rodopiam. Depois, as crianças escolhidas trocam de lugar com as que estavam na roda menor. Há outra opção. Ao chegar ao verso "Que gente é esta", todos soltam as mãos: os da roda maior batem palmas e os da menor, com as mãos na cintura e virados de frente para os seus companheiros, saltam ora com um pé, ora com outro.

=== PARTE 2 ====
=== PARTE 3 ====
=== PARTE 4 ====
=== PARTE 5 ====
=== PARTE 6 ====
=== PARTE 7 ====
=== PARTE 8 ====
=== PARTE 9 ====

 

Continue lendo a reportagem

Página de > >|
Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

 

Publicado em , Novembro 2007.
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.