Assine Nova Escola
Revistas do mês
Nova Escola
Gestão Escolar
publicidade

Sequência Didática

Leitura de quadro e produção de comentário

Objetivo
Desenvolver a habilidade de descrever, analisar, interpretar e relacionar imagens.

Conteúdos
- Leitura de imagens.
- Modernismo e surrealismo.
- Relações entre o texto visual e o contexto de produção da imagem.
- Comentário.

Anos 7º ao 9º.

Tempo estimado Seis aulas.

Material necessário
Papel pardo, pincel atômico e cópias coloridas (uma para cada aluno) ou imagem para projeção em telão do quadro O Touro, de Tarsila do Amaral.

Desenvolvimento

1ª etapa Apresente aos alunos a imagem, convidando-os a passear os olhos livremente pelo objeto artístico.

Em seguida, proponha uma conversa, em que eles digam o que mais lhes chamou a atenção na obra, anotando as palavras-chave mais significativas num painel.

2ª etapa  Forme duplas e peça que façam a descrição da obra, anotando no caderno todos os elementos que percebem na figura. Circule pela classe incentivando os alunos a dizer tudo o que estão vendo - o corpo volumoso do touro, os grandes chifres e os olhos que parecem vazios. O animal está de pé, no centro da imagem fitando o leitor, rodeado por formas verticais e volumosas. Socialize os elementos mais importantes no painel, embaixo do título "descrição".

3ª etapa  Inicie a etapa de análise pedindo que os alunos verifiquem as relações entre os planos. O que será o plano convexo de cores claras? E o plano côncavo, o que representa? E os volumes verticais? Eles precisam descobrir qual é a figura principal da pintura. Qual o significado da imagem do animal? A que tipo de valores ou ideias o touro costuma ser associado? Por que ele foi pintado no centro daquele espaço estranho? Onde ele está? E por que os olhos e o corpo do touro têm aquela forma e aquela cor? Anote novamente as principais contribuições, dessa vez sob o título "análise".

4ª etapa  Realize um pequeno debate para explorar a interpretação do quadro. Nessa fase, entram em cena emoções, referências pessoais e visões de mundo. Favoreça a conversa lançando algumas questões: que sentimentos a imagem expressa? Que aspectos de sua vida se relacionam a ela? Qual sua opinião sobre a obra? As respostas devem ser consideradas como hipóteses que precisarão ser confrontadas com informações de pesquisas feitas pelos jovens. Uma opção é pedir, por exemplo, que eles comparem suas opiniões com as expressas no texto Dissecando O Touro de Tarsila do Amaral: Possibilidades de Leitura de uma Obra de Arte, de Teresa Cristina Melo da Silveira, disponível na internet no endereço www.seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas/aeticle/view/179/180.

5ª etapa  Amplie o conhecimento da produção artística levando a turma a investigar o contexto de produção da pintura. Citando a artista, a obra e o ano em que ela obra foi produzida - 1928 -, convide todos a entrar no sitetarsiladoamaral.com.br para conhecer outros de seus trabalhos. Passeie pela galeria de produções da artista e leve-os a estabelecer um diálogo entre O Touro e obras como Paisagem com Touro e O Sono, observando semelhanças e diferenças de forma e conteúdo. Em enciclopédias de arte, peça que a turma pesquise sobre o surrealismo e o modernisno, movimentos a que a pintora esteve vinculada, procurando relacionar entre essas vanguardas e a produção de Tarsila.

6ª etapa  Incentive os jovens a criar um objeto cultural que consolide a leitura. Eles podem trabalhar, por exemplo, reconstruindo e ampliando algum fragmento do quadro, construindo imagens baseadas nas várias obras que apareceram durante a leitura ou montando um painel com diferentes figuras de touro destacadas por outros artistas. Organize as produções para que o grupo perceba como a leitura de uma obra possibilita a concepção de trabalhos.

Avaliação
Nas atividades de descrição, análise, interpretação e contextualização, verifique se a turma identifica e registra os principais elementos da obra, a forma como foi realizada, os diálogos que ela trava com outras produções da pintora e de outros artistas na época em que foi feita. Na produção, procure avaliar de que forma a leitura do quadro influi nas novas criações pedindo aos autores um texto explicativo dos trabalhos.

Consultoria Anamelia Bueno Buoro
professora de Estética e História da Arte e da Tecnologia do Centro Universitário Senac, em São Paulo

Compartilhe

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários
 Garanta já a sua revista! Assinaturas, edições impressas e digitais

Assine suas revistas impressas ou digitais!

Compre suas revistas impressas!

Compre suas revistas digitais e e-books!

Nova Escolar
  Patrocínio     Edições SM

Fundação Victor Civita © 2013 - Todos os direitos reservados.